HOME

Atividades


Dia Mundial da doença de Alzheimer (DMDA)

Abraz SPInstituído em 1994 pela ADI Alzheimer’s Disease International, o dia 21 de Setembro é um dia voltado para os movimentos solidários envolvendo todas as pessoas que convivem com demência tipo Alzheimer em todo o mundo. Atualmente cerca de 36 milhões de pessoas no mundo tem a doença de Alzheimer. Estudos realizados pela Universidade John Hopkins (EUA) concluem que até o ano 2050, cerca de 115 milhões de pessoas desenvolverão a doença. No Brasil, estima-se que cerca de 1.200.000 brasileiros tenham a doença de Alzheimer considerando cerca de 220.000 somente no Estado de São Paulo.

Anualmente é escolhido um tema para as campanhas a serem desenvolvidas pelas Associações de Alzheimer em todo o mundo, mostrando a preocupação com a doença. Em 2010 as ações foram focadas no tema “Alzheimer: é tempo de agir”. A ABRAz –SP tem um desafio em suas mãos no sentido de implementar um plano de ação para o período setembro/2010 e setembro/2011 baseado neste tema. Esta mobilização tem como objetivo de alertar para a melhor gestão desta doença, melhor suporte a cuidadores e famílias e para que seja mudada a visão preconceituosa da sociedade em relação às pessoas com doença de Alzheimer. Não é apenas um compromisso com a saúde publica e com a ciência que permite muitos avanços, tanto qualitativo como quantitativamente, mas um movimento real que possa influenciar a sociedade a fazer da gestão da doença de Alzheimer uma prioridade a curto prazo.

No Estado de São Paulo, a ABRAz-SP (Sub-regionais e Grupos de Apoio) utiliza a dia 21 de setembro para promover as ações de conscientização da população sobre a importância de conhecer mais sobre a doença e atrair a atenção da mídia e dos articuladores de políticas públicas sobre a necessidade de maior investimento na saúde. Considerando que a população idosa vem aumentando muito e a doença de Alzheimer tem um efeito devastador sobre a economia, os sistemas de saúde e as famílias. As campanhas realizadas nesta data têm por finalidade sensibilizar a comunidade para a gravidade desta doença degenerativa, caracterizada especialmente por uma perda ou alterações de memória, linguagem e outras funções mentais que se agravam com a progressão da doença e são posteriormente acompanhados por alterações de comportamento e déficits motores. Ainda não foi descoberta a cura para a doença, ainda não se sabe o que a causa ou como preveni-la – é uma doença que traz muito sofrimento para o paciente e sua família. Portanto existem sérios motivos para a conscientização e campanhas nesse dia, tais como:

  • Preocupação das autoridades médicas e dos profissionais das áreas da saúde, a respeito da doença. É importante que a população conheça melhor a doença de Alzheimer, seus principais sintomas, diagnóstico e possíveis tratamentos;
  • Importância de detectar precocemente os primeiros sinais da doença, para estimular a busca de um diagnóstico médico e tratamento adequado ao paciente e suporte social para a família;
  • Diferença do curso da doença de Alzheimer de outras doenças similares e do processo do envelhecimento normal;
  • Busca de novos tratamentos e terapias que possam beneficiar o paciente;
  • Reabilitação cognitiva para o paciente bem como medidas que visam à promoção de saúde e um envelhecimento saudável;
  • Divulgação das ações da ABRAz-SP, que esclarece as estratégias voltadas ao familiar cuidador e o apoio, através do profissionais voluntários, dado aos cuidadores para a melhoria do bem estar do paciente;
  • Atendimento à pessoa com doença de Alzheimer na rede pública, bem como a existência de equipes multiprofissionais que estudam e trabalham em prol desta pessoa;
  • Necessidade da solidariedade e conscientização por parte de todos os membros da família e da sociedade em geral.
Participe das atividades do DMDA em sua cidade, divulgue, colabore e seja um multiplicador das orientações recebidas. Assim conseguiremos construir uma grande rede paulista de solidariedade e de apoio às pessoas com doença de Alzheimer e seus familiares.

Boletim eletrônico

Abraz SPSabedores da dificuldade em material informativo sobre a doença de Alzheimer para o familiar cuidador, a ABRAz-SP está elaborando boletins que abordarão diversos temas, relacionados aos cuidados com a pessoa com doença de Alzheimer e aos cuidados que o cuidador precisa ter consigo mesmo, como

      Entendendo a doença
      Tratamento e perspectivas
      Aspectos legais e financeiros
      Cuidando de si mesmo
      Estratégias do dia a dia:
            Cuidados básicos
            Lidando com o comportamento alterado
      Depoimentos
      Glossário

O objetivo é formar uma pasta com as informações necessárias para o maior conhecimento da doença e as sugestões e estratégias para o melhor cuidar, compondo assim um Manual para conviver com a doença de Alzheimer.

Envie-nos suas sugestões de temas para que possamos compartilhar com todos.

Relatórios

Abraz SPEspaço para relatórios

design Cynthia Vasconcellos
desenvolvimento Erick Nascimento